Causas Queda CabeloOs tratamentos para queda de cabelo são muito procurados. Hoje, muitos jovens já possuem problemas de calvície. A quantidade de tratamentos estéticos que danificam o cabelo e deixam falhas também aumentam a procura. Se a causa da queda de cabelo for corrigível, esse é o primeiro papel do tratamento. Existem os tratamentos à base de medicamentos, dermocosméticos e para a queda irreversível, o implante.

Medicamentos

Finasteride

Age como um inibidor hormonal, é análogo à testosterona, inibe uma enzima que está presente em várias células do corpo, principalmente nas dos folículos. Esse bloqueio impede com que a testosterona se converta a “diidrotestosterona (DHT)” (o que provoca a queda de cabelo), reduzindo a atrofia dos folículos capilares;

Efeitos adversos: redução da libido, disfunção erétil, impotência sexual e redução do volume ejaculatório. Mas em algumas pessoas, o efeito adverso é benéfico, como a redução de acne e de pelos no rosto.

Contraindiação: mulheres grávidas. Ao usar o medicamento, correm o risco do feto desenvolver anomalias nos órgãos genitais.

Minoxidil

É uma substância vasodilatadora que procura alongar a fase anágena (fase de crescimento do cabelo), estimula os folículos de pequeno diâmetro, a vascularização do couro cabeludo, que reflete em uma melhor oxigenação da região e estimula uma multiplicação das células da raiz do fio.

Efeitos adversos: reações inflamatórias da pele, o aumento da oleosidade no couro cabeludo.

Contraindicação: homens com mais de 65 anos e mulheres não podem usar o Minoxidil com concentração de 5%.

Indicação: homem e mulher Minoxidil a 2%, 5% só para homens.

  • Os dois medicamentos apresentam resultados após 6 meses de uso correto.

Dermocosméticos

Muitos produtos antiqueda estão disponíveis no mercado; basta saber qual o melhor a escolher. Veja aqui algumas dicas importantes ao escolher o produto:

Esteja atento aos produtos que possuam ingredientes que estimulam o crescimento, molécula antiqueda e fortificantes que dão resistência à fibra capilar.

  • Ingredientes que estimulam o crescimento: arginina, ginkgo, tocopherol, cafeína;
  • Moléculas antiqueda: aminexil, madécassosside;
  • Fortificantes: Vitaminas do grupo B, aminoácidos sulforosos, zinco, cobre, ginseng.

Implante

Uma alternativa para quem possui calvície excessiva e para queda irreversível. É uma intervenção cirúrgica, em que se tira um fragmento de couro cabeludo das áreas doadoras. As informações genéticas dessa região onde não há índices de uma futura calvície (mas tome cuidado, pois hoje a sua área doadora, pode ser a área de calvície amanhã), são passadas para a região receptora. Nesse fragmento de couro cabeludo, há a divisão de fragmentos menores ainda, para obter as unidades foliculares (agrupamentos de 1, 2 a 3 fios). Após essa divisão, ocorre a aplicação das unidades foliculares nas áreas receptivas feito por lâminas microcirúrgicas.

  • Cuidado: a região doadora é finita e esgotável.
  • Anestesia: utiliza-se uma anestesia local e para que não haja dor na hora de aplicar a anestesia, o paciente é sedado durante algum tempo.
  • Cicatriz: a cicatriz na área doadora é imperceptível no pós-operatório, diferente da área em que foi feito o implante, pois, no início, serão perceptíveis algumas microferidas.

Laser

O tratamento a laser é o mais moderno e tem promovido resultados com muito sucesso. O laser fornece uma estimulação mitocondrial, que aumenta a irrigação sanguínea do couro cabeludo, estimulando o crescimento capilar.

O tratamento ajuda na recuperação e fortalecimento dos fios. Porém, é um método recente e muitas clínicas ainda não possuem. Procure um médico e uma clínica especializada, para que o resultado seja satisfatório.