Queda Cabelo FemininoAssim como os homens, as mulheres também podem sofrer com a queda de seus cabelos. Os motivos podem estar ligados a problemas emocionais e hormonais. Esse problema pode levar à baixa autoestima de quem é atingido, pois é algo que está diretamente ligado à aparência. Esse processo, também chamado de alopecia, surge quando há alterações no folículo piloso (estrutura dérmica que possui a capacidade de produzir pelo).

Especialistas afirmam que caem de 50 a 100 fios por dia, uma quantidade normal para as pessoas que têm, em média, 70 mil fios de cabelo. Porém, quando a queda incomoda e parece anormal, é importante verificar informações com um dermatologista para que ele veja qual é a causa do problema e ofereça um tratamento específico. Geralmente, a calvície nas mulheres atinge a região da frente e as laterais do cabelo, não se espalhando por todo o couro cabeludo.

Nas mulheres mais jovens, a queda pode ser consequência da gravidez ou pelo uso excessivo de pílulas anticoncepcionais. Outras causas para a queda de cabelo em mulheres são disfunções hormonais, devido a problemas na tireoide e na hipófise, estresse emocional, doenças crônicas como diabetes, câncer e dietas alimentares são outras causas para a perda de cabelo.

Um dos motivos para a queda é a Alopecia Androgenética Feminina (AAF). Esse problema faz com que os fios que estejam próximos à divisão central do cabelo fiquem mais escassos. Esse distúrbio fica mais evidente quando a mulher está se aproximando da menopausa, mas pode ser tratada com reposição hormonal.

Um outro distúrbio que causa a queda de cabelo é o Eflúvio Telógeno Agudo (ETA) em que fios anágenos (fase de muito crescimento dos fios) entram na fase telógena (fase de repouso dos fios). Recorrente em casos de grande trauma como acidentes de carro, perda de um familiar e em febres muito altas.

Tratamento da Queda de Cabelo Feminino

Para tratar o Eflúvio Telógeno Agudo, é necessário acompanhamento médico especializado para que ele possa descobrir a origem do problema. Ele será responsável por apresentar o ciclo de seu cabelo para que você não se assuste com certos períodos de queda que são fases normais do cabelo e não confunda com algum problema maior. De qualquer forma, o ideal é sempre procurar um dermatologista para que ele realize o diagnóstico correto e indique qual o melhor tratamento. Alguns remédios indicados podem ser hormônios aplicados no couro cabeludo ou ingeridos através da via oral. Também podem ser indicadas vitaminas e complementos.

Como Evitar a Queda de Cabelo

  • Tenha uma dieta alimentar rica em fibras, nutrientes, ferro e vitaminas;
  • Escolha xampus que não agridam tanto seu cabelo;
  • Utilize pentes com cerdas maiores que danificam menos o cabelo;
  • Penteie os cabelos molhados com cuidado, pois eles apresentam mais chances de quebrar;
  • Reduza o uso de produtos mais agressivos nos cabelos;
  • Hidrate semanalmente os fios com um creme específico para seu tipo de cabelo;
  • Proteja os fios do sol (nesse caso já há produtos com proteção contra os raios solares);
  • Não abuse do calor com o uso de secadores e chapinhas.